Força Penal Nacional vai reforçar segurança externa da Penitenciária Federal de Mossoró

  • 21/02/2024
(Foto: Reprodução)
Ministério da Justiça já havia anunciado o envio de 100 homens da Força Nacional para ajudar nas buscas por dois fugitivos. Medida foi publicada nesta quarta-feira (21). Equipes da Força Nacional, em imagem de arquivo Marcelo Camargo/Agência Brasil O Ministério da Justiça autorizou o uso da Força Penal Nacional para o reforço da segurança externa da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A medida foi publicada na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (21). A operação montada para a captura de Rogério Mendonça e Deibson Nascimento envolve cerca de 500 policiais das forças de segurança. Além disso, mais de 100 agentes e um comboio com 20 carros da Força Nacional de Segurança passam a fazer parte das ações, após determinação na segunda-feira (19), pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski. Fuga do presídio completa uma semana: veja o que aconteceu até agora A Força Nacional é composta por policiais e bombeiros militares, além de policiais civis e peritos. A equipe irá atuar na força-tarefa das buscas a partir desta quarta. Já a Força Penal Nacional foi criada em novembro de 2023 e reúne profissionais penais de referência nos estados. Esse grupo irá atuar na segurança no entorno da penitenciária durante 60 dias e fazer um treinamento de segurança com os agentes. Os treinamentos serão realizados na penitenciária de Mossoró e serão coordenados pela Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen). Segundo o Ministério da Justiça, o uso da Força Penal Nacional será em "caráter episódico e planejado". O número de pessoas que vão fazer parte desta equipe ainda não foi definido e as ações devem começar na sexta-feira (23). Duas investigações sobre o caso são feitas, envolvendo a apuração administrativa e da Polícia Federal. Na terça-feira (20), a Corregedoria da Secretaria Nacional de Políticas Penais afastou mais três diretores da penitenciária, responsáveis pelas áreas de segurança, inteligência e administração do presídio até a conclusão das investigações sobre a fuga. A fuga Rogério e Deibson fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró no dia 14 de fevereiro, Quarta-Feira de Cinzas. Os dois presos, originalmente do Acre, estavam na unidade desde setembro de 2023 e são do Comando Vermelho. Esta foi a primeira fuga registrada na história do sistema penitenciário federal, que inclui ainda penitenciárias em Brasília (DF), Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO). Imagens exclusivas das câmeras de segurança mostram a fuga na Penitenciária Federal de Mossoró Os criminosos foram vistos pela última vez na sexta-feira (16). Durante a fuga, eles chegaram a invadir duas casas. Os policiais já encontraram algumas pistas no raio de 15 quilômetros da penitenciária (veja o infográfico abaixo). Fuga da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte Arte/ g1 VÍDEOS: tudo sobre política

FONTE: https://g1.globo.com/politica/noticia/2024/02/21/forca-nacional-vai-reforcar-seguranca-externa-da-penitenciaria-federal-de-mossoro.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes